#tiraralimpo

A campanha Autarquias Livres de Petróleo e Gás junta vários movimentos e organizações nacionais e locais que se têm oposto à prospecção e exploração de petróleo e gás, em terra e no mar.

As eleições autárquicas são um momento essencial para a vida democrática e o esclarecimento das populações essencial para a participação informada. Por isso, esta campanha contactará com todas as candidaturas aos municípios afectados e ameaçados pelas concessões petrolíferas - que afectam o litoral inteiro desde a bacia do Douro até Vila Real de Santo António e as zonas interiores da Batalha, Pombal, Aljezur, Tavira e Barreiro - pedindo uma tomada de posição clara e sem ambiguidade.

Essa posição será espelhada no compromisso que será apresentado a cada uma das candidaturas. Vamos tirar o assunto a limpo.

Município de concelho, Zona Livre de Petróleo e Gás

Assumo publicamente a minha oposição à prospecção, pesquisa, desenvolvimento e produção de combustíveis fósseis em Portugal e concretamente na autarquia à qual me candidato, comprometendo-me a tomar todas as medidas possíveis para travar iniciativas ligadas a estas actividades.

Sim
Não


Candidata/o, cabeça de lista da candidatura à autarquia concelho, pelo partido,

Assinatura: assinatura

ContraRespondeu Sim, é contra a prospecção e exploração de petróleo e gás em Portugal
ContraRespondeu Não, é a favor da prospecção e exploração de petróleo e gás em Portugal
ContraSem resposta

Lista de todos os concelhos e candidatas/os

Sobre a Campanha

Esta campanha é auto-financiada e apoiada pelos movimentos abaixo identificados. O objectivo da campanha é fornecer, a tempo do período eleitoral autárquico, um mapa completo acerca do posicionamento de cada uma das candidaturas aos municípios afectados e ameaçados pelas concessões para prospecção e exploração de petróleo e gás.


Sobre o Processo

A campanha é lançada a 22 de Junho de 2017. O mapa será finalizado para apresentação pública no dia 16 de Setembro de 2017, coincidindo com o início das eleições autárquicas. Entre estes dois períodos existirão três momentos de contacto da campanha com os candidatos - no final de Junho, no final de Julho e no início de Setembro. Os contactos far-se-ão via correio electrónico, facebook e telefone. Haverá um registo no site com indicações acerca de todos os contactos feitos. As respostas das candidaturas serão registadas directamente no mapa do site da campanha. Findo o processo estipulado de resposta (16 de Setembro), a campanha anunciará os resultados finais para cada um dos 58 municípios.

A não-resposta aos contactos confirmados e registados terá como consequência a sinalização de que as candidaturas serão favoráveis à prospecção e exploração de petróleo e gás no território. A não-assumpção de um compromisso contra é interpretada pelos movimentos e organizações como uma apoio tácito e posição favorável à exploração petrolífera.


Contacte-Nos


info@autarquiaslivresdepetroleo.pt